Conheça a profissão de Design Gráfico

Se a profissão de design gráfico fosse resumida em uma palavra, ela seria “abrangente”. Engana-se quem a vê apenas como um trabalho de desenhista, tendo muito mais espaço e possibilidade de atuar em diversos ramos. A profissão, a cada momento, está conquistando vários campos e áreas, impensáveis há alguns anos. Para ser graduado em Design Gráfico, o profissional deve ter acesso a muita teoria e igual quantidade em prática. De sociologia, filosofia e antropologia, a desenho de observação, embalagem e animação em 3D. Como pode ver, saber desenhar é apenas a ponta do iceberg. Venha conhecer mais sobre esse curso no post de hoje.

Produtos

Qualquer produto comercializado em grande escala depende de um design para a criação de uma embalagem, por exemplo. E, para produzi-la, conhecer o consumidor e as características do mercado devem estar no radar do profissional, por isso, também precisa estar familiarizado com marketing e publicidade. O produto deve sanar as necessidades do consumidor, assim, não apenas a sua composição é levada em consideração, mas ainda como será apresentado ao público.

Serviços

O design gráfico está diretamente ligado à Comunicação e é um profissional muito requisitado nessa área. A produção de newsletter, a diagramação de jornais e revistas e a confecção de rótulos de produtos são alguns dos exemplos do trabalho fundamental do designer gráfico. Além disso, a área digital garante ainda a participação do web designer, profissional que atua em setores como criação de sites ou layouts de aplicativos. A internet, por sinal, se colocou como um setor de próspero investimento para o designer, já que ampliou o campo de atuação pela grande possibilidade de trabalho e aperfeiçoamento.

Medicina

Mas o designer não se limita apenas a Comunicação. Alguns profissionais estão atuando no campo da Medicina, algo que dificilmente poderia ser pensado há alguns anos. Graças a este profissional o estudante de Medicina e o próprio médico podem fazer uma simulação de cirurgia, por exemplo, sem colocar em risco a vida do paciente. Com a prática realizada em um ambiente virtual é possível aperfeiçoar o trabalho dos profissionais de saúde.

Neste caso, o designer deve ter contato com informações rigorosas, que não permitem erros, já que deve simular perfeitamente um órgão ou um ser humano por inteiro. Estar aberto a novos conhecimentos e pesquisar o quanto for necessário para sanar as dúvidas são características levadas a sério por quem deve ser referência nessa profissão.

Ser design gráfico hoje

Se atualizar é fundamental para que este profissional se destaque no mercado. Não basta “saber desenhar”, já que é muito mais que isso. O acesso a novas tecnologias, a possibilidade de desenvolver especializações e o contato com outros designers são dicas importantes para ser referência. A cada temporada novas necessidades dos consumidores, campos de atuação e demandas surgem. Não se surpreender com tudo isso é muito importante.

O design gráfico só se consolidará se houver atenção às tendências e verificar que tudo está em transformação. Além disso, ele não está limitado aos grandes centros, pois cidades menores, mas com o consumo aquecido, também devem estar no foco. E então, o que achou do curso? Deixe seu comentário e conte para nós.

Um comentário em “Conheça a profissão de Design Gráfico

  • 29/06/17 em 15:44
    Permalink

    Design = profissao
    Designer = profissional da área do Design.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *