Como funciona o curso de Design de Games

Gosta de jogar? Então, imagine trabalhar na produção dos games que nos entretém e nos envolvem durante horas e horas? No post de hoje falaremos sobre como funciona e quais são as possibilidades que o mercado proporciona a quem opta pelo curso de Design de Games.

Como é o curso

O bacharel em Design de Games é aquele que está apto a trabalhar com o enredo e o desenvolvimento do jogo. O curso engloba matérias como linguagem visual, sonorização em áudio e vídeo, desenvolvimento de projetos e desenho. Além das questões práticas, o aluno também desenvolve conhecimentos em marketing para games, gestão de design e empreendedorismo. Não é porque se trata de uma opção que alia o prazer ao trabalho que os estudantes estão livres do estágio e do trabalho de conclusão de curso, portanto, engana-se quem pensa que é uma carreira acadêmica que exige menos esforço do que as mais tradicionais. O curso tem duração de 4 anos.

O nome do curso pode variar de instituição para instituição, como Design de Jogos e Entretenimentos Digitais, Design de Jogos Eletrônicos, Design de Games, entre outros.

Já no curso de Tecnologia em Design de Games, o profissional formado é aquele que dará apoio ao desenvolvimento de ambientes de jogos e programas em geral. Desta forma, o tecnólogo e o bacharel se complementam: o primeiro, pela produção dos games de maneira direta; enquanto o segundo, nas funções estratégicas necessárias ao trabalho. O tecnólogo, basicamente, aprende a respeito das ferramentas de informática e das plataformas necessárias à produção e modelagem de personagens em 3D e 2D.

São várias as disciplinas de ciências exatas envolvidas, como matemática para jogos, física para jogos digitais, computação gráfica, sistemas operacionais e estrutura de dados. Mas calma, pois as questões criativas também são aprendidas em disciplinas como animação, modelagem e roteiro. O curso dura em média 3 anos e sua nomenclatura pode variar de uma instituição para outra.

O que faz na prática aquele conclui o curso de Design de Games?

> No áudio: Cria efeitos sonoros e demais sons para os jogos.

> Quanto à programação: Programa os recursos do jogo e os demais efeitos, lançando mão de algoritmos matemáticos e linguagens de programação.

> No design dos games: Produz o roteiro, o tema, o gênero, número de jogadores, cenários, requerimentos do sistema e cenários.

> Modelagem 3D e 2D: Realiza os acabamentos e as animações, otimiza as questões relacionadas às superfícies e iluminação.

> Ilustração: Desenha os cenários, situações e os personagens.

Mercado

Os empregos normalmente estão nas empresas desenvolvedoras de jogos, mas o leque é amplo para empresas de publicidade, produção de vídeos, produtoras de sites, desenvolvimento de softwares para a internet, além dos estúdios de animação e arte. Apesar do nome e do apelo, o bacharel e o tecnólogo em Design de Games não estão restritos a trabalhar apenas com o entretenimento, mas também em simuladores de trânsito ou voo, por exemplo. O mercado está em ampla expansão.
Agora que já aprendeu mais a respeito desta profissão, aprenda a fazer um bom currículo antes de ir à luta!.

E então, o que achou desse curso? Deixe seu comentário e participe da conversa.

Leave a Response