Saiba como é o curso de Enfermagem; veja quais são suas áreas de atuação, qual é o salário médio da profissão e o que se estuda na universidade.

O curso de Enfermagem tem como principal função formar um profissional pronto para atuar na prevenção de doenças, no apoio a pacientes que se recuperam de processos cirúrgicos, enfermidades e lesões e na promoção de ações de saúde junto à população. É uma área que está crescendo junto com as novas tecnologias, na qual cada vez mais áreas se abrem.

Duração do curso

Com duração média de 4 anos, o curso de enfermagem compreende aulas teóricas e práticas de anatomia humana, fisiologia, processos patológicos, saúde coletiva, infectologia, imunologia, saúde e meio ambiente e muito mais. O curso de enfermagem possui estágio supervisionado obrigatório, o que ajuda o aluno a lidar com os desafios da profissão.

+ Medicina é sua primeira opção? Conheça outras possibilidades

Disciplinas do curso de Enfermagem

Para ficar mais claro, vamos dividir as disciplinas de acordo com os semestres que elas estão dispostas nas melhores universidades brasileiras.

1º semestre

– Estrutura e Função Humana
– Processos Biológicos
– Práticas da Enfermagem I
– Desenvolvimento Humano e Social

2º semestre

– Sistema Nervoso
– Aparelho Locomotor
– Mecanismos de Agressão e Defesa
– Práticas de Enfermagem II
– Estilo de Vida, Saúde e Meio Ambiente

3º semestre

– Terapêutica Medicamentosa
– Aparelho Urogenital
– Sistema Cardiorrespiratório
– Práticas de Enfermagem III
– Saúde Comunitária
– Fundamentos de Nutrição

4º semestre

– Sistemas  Digestório e Endócrino
– Interação Clínico-Patológica
– Saúde da Criança e do Adolescente
– Práticas de Enfermagem IV
– Metodologia Científica

5º semestre

– Programa de Integração Saúde Comunidade
– Ética e Profissionalismo em Enfermagem
– Saúde da Mulher
– Saúde do Adulto
– Saúde Coletiva

6º semestre

– Gestão em Enfermagem
– Saúde Mental
– Saúde do Idoso
– Práticas Integrativas e Complementares
– Bioestatística e Epidemiologia

7º semestre

– Políticas Públicas de Saúde
– Estágio Supervisionado I
– Optativa I
– Educação e Comunicação em Saúde

8º semestre

– Trabalho de Conclusão de Curso
– Seminários Integrativos em Enfermagem
– Estágio Supervisionado II
– Optativa II
– Gestão em Serviços de Saúde
– Atividades Complementares

Qual é o perfil do profissional

O estudante de Enfermagem é movido pela vontade de ajudar o próximo. Para destacar-se na profissão, algumas habilidades e aptidões são grandes aliadas.

Estudantes que conseguem manter o foco e demonstram proatividade tendem a conseguir boas oportunidades. Saber lidar com pessoas, ouvir o próximo e trabalhar em equipe também é bastante importante.

Assim como as demais áreas da saúde, a enfermagem exige constate atualização.  Portanto, o futuro enfermeiro deve ser curioso e inquieto, buscando sempre conhecer as melhores técnicas e práticas da profissão. Se você se identificou com esse perfil, sem dúvidas pode ter um futuro brilhante na Enfermagem.

Áreas de atuação

Depois da graduação, o enfermeiro pode especializar-se em áreas específicas da saúde. Veja alguns exemplos.

Enfermagem em pediatria: dedica-se aos cuidados de crianças e ao apoio aos pais.
Enfermagem do trabalho: dedica-se à prevenção e promoção da saúde em ambientes de trabalho de diferentes segmentos.
Enfermagem Obstétrica: dedica-se aos cuidados da gestante e do recém-nascido.
Enfermagem Oncológica: dedica-se ao cuidado e acompanhamento de pacientes com câncer.
Enfermagem Medico-cirúrgica: dedica-se ao acompanhamento e cuidados de pacientes que passam por procedimentos cirúrgicos.

Áreas mais específicas da Enfermagem

Enfermagem Aeroespacial
Enfermagem Aquaviária
Enfermagem em Acesso Vascular e Terapia Infusional
Enfermagem em Assistência Domiciliária
Enfermagem em Cardiologia
Enfermagem Forense
Enfermagem em Doenças Infecciosas e Parasitárias
Enfermagem Dermatológica
Enfermagem em Centro Cirúrgico
Enfermagem em Endocrinologia
Enfermagem em Estética
Enfermagem em Farmacologia
Enfermagem em Urgência e Emergência
nfermagem em Prevenção e Controle de Infecção Hospitalar
Enfermagem em Oncologia
Enfermagem em Oftalmologia

Há muitas outras áreas de Enfermagem. Acima, citamos apenas as mais conhecidas.

Funções na enfermagem

Trabalhando em hospitais e clínicas, o enfermeiro pode:

  • Coletar dados sobre a saúde do paciente;
  • Ser responsável pelos cuidados básicos do paciente (alimentação, horários e administração de medicação, etc);
  • Ser responsável por curativos;
  • Atuar na prevenção de doenças em comunidades, creches e escolas;
  • Fornecer cuidado domiciliar para pacientes acamados e idosos;
  • Fornecer atendimento ambulatorial em empresas;
  • Dar assistência a gestantes e lactantes no acompanhamento pré-natal;
  • Incentivar a amamentação e orientar sobre planejamento familiar;
  • Acompanhar o crescimento e desenvolvimento de bebês e crianças.

Salário médio

O mercado de trabalho da enfermagem mostra-se bastante amplo. A maior concentração de vagas está relacionada a três áreas:  saúde pública, enfermagem hospitalar e docência.

Nos centros urbanos, existe grande quantidade de vagas, porém existem mais profissionais formados, o que implica na maior concorrência. Já nas regiões mais afastadas, como no Norte e no Nordeste do país, há carência de profissionais especializados, o que gera maiores oportunidades e salários.

O salário varia muito de acordo com a função, a experiência e a cidade, na qual o profissional desempenha o seu trabalho. No entanto, pode-se dizer que, em média, um (a) enfermeiro (a) ganha, em torno de R$ 3.500,00. Há áreas em que esse valor pode chegar até R$ 7.000,00 ou R$ 8.000,00 – como, por exemplo, um gerente de enfermagem. Estagiários ganham por volta de R$ 1.700,00 e recém-formados por volta de R$ 2.500,00.