Saiba como é o curso de Engenharia Civil; veja quais são suas áreas de atuação, qual é o salário médio da profissão e o que se estuda na universidade.

O mercado da Engenharia Civil é um dos que mais cresce no país. Isso está, diretamente, relacionado com o aumento na demanda de construções em todas as grandes cidades. É um mercado que parece só ter uma curva ascendente de crescimento e, até por isso, o curso de Engenharia Civil é um dos mais procurados cursos superiores no Brasil.

Além do mercado tradicional de escritórios de construção civil e empresas construtoras, é comum encontrar esse profissional atuando também em outras áreas, especialmente naquelas ligadas à administração e finanças, o que demonstra a formação ampla aliada à capacidade de adaptação deste profissional.

Ao sair da faculdade, espera-se que o engenheiro civil tenha o domínio das tecnologias construtivas, a capacidade para criar condições que estimulem sua equipe em determinado projeto, flexibilidade para negociações com empresas, boa comunicação, liderança e criatividade para inovar e fugir da mesmice.

Duração do curso

O curso de Engenharia Civil dura, em média, 5 anos e tem estágio e TCC (Trabalho de Conclusão de Curso) obrigatórios.

Disciplinas do curso de Engenharia Civil

O curso de engenharia civil possui diversas disciplinas voltadas à matemática, química e física. Além disso, você estudará matérias mais específicas, como resistência dos materiais, construção civil e planejamento de obras. Além de adquirir todo o conhecimento técnico, os alunos de engenharia civil costumam participar de muitas atividades práticas.

Para ficar mais claro, vamos dividir as disciplinas de acordo com os semestres que elas estão dispostas nas melhores universidades brasileiras, tendo em vista suas infraestruturas.

1º semestre

– Fundamentos de Ciências Exatas (Matemática + Física Mecânica)
– Expressão Gráfica
– Introdução a Engenharia
– Segurança e Saúde do Trabalho
– Comunicação

2º semestre

– Cálculo I
– Física Eletricidade
– Geometria Analítica e Álgebra Linear
– Química Geral
– Mecânica dos Sólidos
– Gestão das Organizações

3º semestre

– Algoritmos e Programação
– Cálculo II
– Ciência dos Materiais
– Resistência dos Materiais
– Física Ondas e Calor
– Fenômenos de Transporte
– Antropologia e Cultura Brasileira

4º semestre

– Cálculo III
– Construção Civil I
– Estudos Topográficos e Cartografia
– Mecânica dos Solos e Geotecnia
– Desafios Contemporâneos

5º semestre

– Hidráulica Aplicada
– Cálculo Numérico
– Hidrologia
– Análise Estrutural I
– Construção Civil II
– Probabilidade e Estatística

6º semestre

– Técnicas Construtivas
– Infraestrutura Viária
– Análise Estrutural II
– Instalações Hidrossanitárias
– Desenvolvimento Humano e Social

7º semestre

– Estrutura de Concreto I
– Instalações Elétricas e de Incêndio
– Estruturas de Madeiras e Metálicas
– Planejamento e Execução de Obras Viárias
– Engenharia Econômica ou Aeroportos e Ferrovias

8º semestre

– Engenharia de Tráfego
– Sistemas Urbanos de Água e Esgoto
– Estrutura de Concreto II
– Fundações

9º semestre

– Tratamento de Água, Efluentes e Resíduos Sólidos
– Obras de Terra e Contenções
– Optativa I
– Estágio
– Trabalho de Conclusão de Curso I

10º semestre

– Tópicos Avançados em Engenharia Civil / Estrutura de Concreto III
– Patologia e Recuperação de Edificações
– Gestão de Obras
– Optativa II
– Trabalho de Conclusão de Curso II

O perfil do profissional

Como já frisamos por aqui, não existe um único perfil do profissional de uma determinada área. Mas, alguma características e habilidades pessoais podem ajudar a ter destaque na carreira. No caso dos engenheiros, organização, habilidade com números e comprometimento são a chave do sucesso.

Organização

O Engenheiro Civil é o profissional que planeja, elabora e gerencia projetos e obras de construção civil. Esse trabalho exige muita disciplina e responsabilidade, afinal tudo deve ser muito bem calculado, para que não ocorram problemas.

Nesse ponto, a organização é fundamental para que o engenheiro possa definir cronogramas, alocar recursos e materiais, calcular materiais, realizar orçamentos, liderar equipes e garantir que os projetos sejam entregues dentro do prazo e das normas técnicas.

Habilidade com números

Uma das principais preocupações dos futuros universitários é saber se o curso desejado requer habilidade com os números, ou, em outras palavras, se o curso tem matemática. No caso da engenharia civil, a resposta é sim.

O curso de Engenharia civil conta com disciplinas como cálculo, geometria, álgebra linear, probabilidade e estatística. Então, se você não gosta de matemática ou tem dificuldades com os números, vai precisar de uma dose extra de dedicação nos estudos.

Afinal, você precisará ter habilidade com os números no dia a dia da profissão, para garantir que seus projetos sejam realizados com segurança.

Comprometimento com o aprendizado

Assim como as demais profissões, a engenharia civil está em constante evolução. Todos os dias surgem novas tendências e tecnologias, que devem ser acompanhadas de perto pelos profissionais.

Ter comprometimento com o aprendizado significa evoluir junto com a sua área de atuação e não deixar de estudar, mesmo depois da faculdade. No campo das engenharias, isso é essencial.

Áreas de atuação

A engenharia civil oferece a possibilidade de atuar em diversas áreas. Depois de formado, você poderá escolher um campo para especialização. Conheça algumas das áreas de atuação:

Construção Civil

É a área mais conhecida e tradicional. O profissional que atua nesse campo trabalha nos processos construtivos, planejando e gerenciando projetos de construção civil, como casas, prédios, shoppings, etc.

Materiais de Construção

Atua em indústrias de materiais para construção, estudando e pesquisando as características dos materiais utilizados na construção civil, com o objetivo de otimizar a resistência e funcionalidade da matéria-prima.

Estradas e transportes

A área de estradas e transportes é uma das mais promissoras da engenharia. O profissional desse campo é responsável pela construção e manutenção de estradas, rodovias, portos, aeroportos, etc.

Geotecnia

É a área que estuda e planeja obras de fundações, escavações, barragens e tudo que se relaciona com a mecânica dos solos.

Cálculo Estrutural

Geralmente, o engenheiro que trabalha com cálculo estrutural fica no escritório. Como o nome diz, ele faz os cálculos necessários para atender aos requisitos de resistência dos materiais e estruturas. Essa função é extremamente importante, pois garante a segurança das edificações.

Segurança do Trabalho

Toda obra, por menor que seja, envolve riscos. O papel do engenheiro de segurança do trabalho é criar e acompanhar ações que garantam a integridade dos trabalhadores e reduzam os riscos de acidentes de trabalho.

Administração e Finanças

Muitos dos profissionais da engenharia civil acabam migrando para a parte mais administrativa. Geralmente, esse dom acaba sendo descoberto durante a universidade e acaba sendo uma opção viável para quem gosta de lidar com pessoas e mexer com números.

Salário médio

Para atuar como engenheiro civil, é preciso ser formado no curso superior de Engenharia Civil e ser registrado no CREA, Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia. O profissional em início de carreira ganha, em média, R$ 4 mil. No auge, os salários podem ultrapassar R$ 20 mil.

O mercado de construção civil costuma acompanhar a situação econômica do país. Quando as coisas vão bem, o mercado tende a ficar aquecido. Em meio à crise, é possível que o mercado fique estagnado. Ainda assim, existem boas oportunidades para os profissionais que estão preparados e, principalmente, para aqueles que conhecem e dominam as novas tecnologias da engenharia. Cursar uma pós-graduação também é uma excelente forma de enriquecer o currículo.