Cadastrar-se em um dos programas de governo, ganhar bolsa em uma universidade particular ou até conseguir um intercâmbio na Europa! Saiba as opções!

Em seus primórdios, o ENEM já foi apenas uma prova para testar os conhecimentos aplicados no Ensino Médio em colégios de todo o Brasil. Hoje o teste não se resume a uma só função, mas tem inúmeras utilidades para o estudante. Desde as mais famosas, como a entrada via Sisu em universidades federais até as mais desconhecidas opções de intercâmbio ou até concursos públicos.

Confira abaixo todas as suas opções depois de fazer a prova:

Estudar através de um dos programas do Governo

O Governo Federal tem programas que oferecem vagas ou, ao menos, facilitam a entrada do estudante com a nota do ENEM em mãos. O mais conhecido deles é o Sisu, que nada mais é do que um sistema informatizado, que promove o ingresso em federais de todo o Brasil. Neste caso, o aluno se inscreve no curso e na universidade desejada e haverá uma seleção feita, de acordo com a nota.

Já o ProUni, Programa Universidade para Todos, é um programa que oferece bolsas de 50% e 100% da mensalidade em Instituições particulares, facilitando o acesso de alunos carentes ao ensino superior.

FIES, Fundo de Financiamento Estudantil, é um programa que visa financiar as mensalidades de cursos de graduação em instituições do Ensino Superior e que os usuários só pagam depois de formados e empregados.

Entrar em uma particular

A nota do ENEM pode ser aceita como forma de ingresso em Instituições de Ensino particulares. Assim, os alunos que apresentam um bom desempenho no ENEM não precisam realizar a prova do vestibular.

O candidato que apresentar a nota do ENEM como forma de ingresso para um curso de graduação ainda poderá garantir descontos e benefícios, de acordo com o seu desempenho.

Intercâmbio na Europa

Caso você queira estudar na Europa com a nota do Enem, hoje é possível.

Aqui, você encontra uma lista das 37 universidades portuguesas que aceitam a nota do ENEM como forma de ingresso com link para o site da instituição e a data em que começou a aceitar alunos brasileiros por meio da nota do Enem.

Outro lugar que também tem aberto as portas é o Reino Unido. Universidades como Oxford, Kingston, Glasgow e Bristol oferecem oportunidade para brasileiros que fizeram o ENEM. No site de cada uma delas, você encontra mais informações.

Concursos públicos

O Enem é a primeira fase de alguns concursos públicos. A Polícia Militar da Paraíba (PM/PB) por exemplo, utiliza a nota do Enem como fase teórica de classificação desde 2013.

Um outro exemplo vem de Belo Horizonte (MG). Em 2016, a Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag) abriu vagas para especialistas em políticas públicas e gestão governamental, e a nota do Enem foi usada como método de classificação. Além da nota na prova e na redação, os candidatos precisaram fazer uma prova objetiva para o concurso da Seplag.

É possível que outros concursos públicos comecem a utilizar o Enem para a seleção. Então fique atento aos editais dos concursos e aos prazos de inscrição se este for o seu objetivo com a nota do Enem.

Fazer um curso técnico com o SisuTec

Poucas pessoas sabem, mas com o ENEM dá para fazer um curso técnico através do SisuTec (Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica), que funciona como o SiSU, mas voltado para vagas do ensino Técnico.

Para participar do Sisutec, o requisito básico é que o estudante tenha prestado a edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) do ano anterior e tenha tirado uma nota maior que zero na redação. Criado em 2013, o sistema integra o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), conta com uma única etapa de inscrição e duas chamadas.