Veja métodos e táticas para se planejar da melhor forma e mandar bem no ENEM 2019.

O ENEM 2019 será mais uma vez o vestibular mais concorrido de todo o Brasil e também o que gera a maior quantidade de vagas. Seja para estudar em universidades federais, particulares ou até estrangeiras, quase todo aluno que sai do Ensino Médio, atualmente, acaba prestando o exame.

No entanto, estudar para o ENEM exige grande dedicação e disciplina, devido à vasta gama de matérias que o vestibular pede. E é para isso que existem algumas táticas e métodos que podem te ajudar (e muito!) a potencializar seus estudos e fazer com que você tenha notas bem superiores à média geral. Para facilitar a assimilação dos conteúdos e aumentar suas chances de conseguir uma vaga naquela ótima universidade, se liga nas dicas abaixo!

  • Montar um cronograma

O ponto de partida é montar um plano de estudos. As matérias exigidas no ENEM são todas aquelas que constam na grade curricular do Ensino Médio. Portanto, é aconselhável que você comece estudando, nos primeiros meses do ano, as matérias mais fáceis, que provavelmente estudou no 1º ano do Ensino Médio. E, depois, ir partindo para as mais complexas, que viu nos outros dois anos. E a revisão? Guarde, pelo menos, um mês para revisar tudo aquilo que você estudou durante o ano. É hora de absorver todo o conteúdo visto. Não adianta querer acrescentar várias informações novas, pois isso não vai te ajudar na hora da prova.

Se você quer utilizar métodos famosos para montar seu cronograma conheça o Bullet Journal, Kanban e a Teoria de Glasser.

  • Definir o número de horas de estudos por dia e semana

Dividir um grande conteúdo em pequenas metas diárias facilita o seu dia a dia. Além disso, você ficará ainda mais motivado ao ver que está avançando nos estudos.

Você pode, por exemplo, definir uma quantidade de páginas ou capítulos de determinada matéria como uma meta diária. Ou então ir dividindo por matéria estudada e riscando em uma anotação aquele conteúdo que já foi visto. Isso vai te ajudar muito na revisão.

  • Dividir os dias da semana com matérias

Métodos para organizar o conteúdo na sua cabeça também funcionam. Por isso, é sugerido por muitos professores que você defina qual dia estudar cada matéria. Se você faz um cursinho pré-vestibular ou ainda está no Ensino Médio, o mais válido é revisar a matéria vista no dia. Por exemplo, se você teve aula de matemática, química, português e história no dia, reveja tudo aquilo que lhe foi transmitido.

Agora, se você estuda por conta própria para o vestibular, é válido definir, por exemplo, que: toda segunda-feira eu estudo matemática e física, toda terça-feira geografia e história e assim por diante…

Isso funciona como uma organização de conteúdo na sua mente. E, acredite, funciona!

  • Ter um local de estudos adequado

O seu local de estudo precisa ser um “cantinho sagrado”. Arrumado, organizado, com tudo aquilo que você necessita a seu alcance e, acima de tudo, silencioso. Se você conseguir algum lugar que ninguém vá te interromper, melhor ainda.

O que seus familiares e você mesmo precisam entender é que o momento do estudo para o vestibular necessita de uma imersão. Só assim seu cérebro vai captar todo o conteúdo e absorvê-lo de forma a não ser esquecido. Celular, televisões e aparelhos eletrônicos devem ficar o mais longe possível!

  • Não abrir mão de descanso e lazer

Ter disciplina no preparo para o ENEM envolve não apenas saber a hora em que é preciso cumprir suas obrigações e estudar, mas também reconhecer quando é necessário fazer pausas. Dias para descansar e realizar atividades que lhe divertem, como uma ida ao cinema, prática de esportes ou reunião com amigos são importantes para relaxar o cérebro e aliviar o stress, deixando suas condições mentais mais apropriadas para absorver as informações que serão estudadas nos dias seguintes. Não abra mão dessas pausas.
Estudar incessantemente por vários dias, por mais que pareça tentador para adquirir ainda mais preparo, pode vir a ser prejudicial. Informação em excesso irá desgastar seu cérebro, e com a cabeça cansada, se tornará mais difícil aprender sobre as disciplinas.
  • Treinar com provas dos anos anteriores, incluindo a redação

Uma das vantagens do ENEM ser uma prova que, ano após ano, mantém sua estrutura, é poder usar edições dos anos anteriores para estudar e chegar bem treinado no grande dia. Avaliações passadas podem ser encontradas na íntegra aqui no Programa Orienta. Usá-las como simulado ajuda a se familiarizar com o tipo de questão que é formulada no ENEM, o que se pede nas respostas e, é claro, qual a estrutura e os temas que costumam ser pedidos na redação. Além disso, você já aprende a administrar o tempo que leva para responder e diminui o risco de não conseguir terminar a prova dentro do prazo. Assim, no dia das avaliações, ainda que seja seu primeiro ENEM, você já irá dispor de alguma experiência para lidar com aquela situação.
  • Atentar-se às atualidades!

É preciso saber dos acontecimentos relevantes do país e do mundo! Questões climáticas, geográficas, políticas e culturais envolvem assuntos que, certamente, serão abordados em algumas das questões da prova e algum deles ainda será o possível tema da redação. Estar por dentro do noticiário para não apenas ter conhecimento dos
assuntos mas entender a respeito deles irá sem dúvida melhorar seu desempenho na prova. A dica é consumir diariamente os principais portais de notícia online algumas vezes ao dia, além de assistir telejornais no máximo de emissoras que for possível.
  • Não estudar sempre sozinho!

Ainda que você tenha em mãos todo o material necessário para uma preparação completa para o ENEM, a presença de outra cabeça nunca deixará de ser essencial para otimizar seu estudo. Uma segunda mente pode ajudar a captar detalhes importantes que, por mais que estejam à disposição em seu material, não foram notados pela sua. Sempre que possível, estude com um amigo para revisar e debater conteúdo. Uma ótima pedida também é assistir vídeo-aulas na internet de fontes confiáveis, com professores que poderão destacar e ensinar pontos que não havia sido explorados no estudo individual. Cursinhos pré-vestibular também são excelente opção para complementar os estudos em casa.