Presidente Michel Temer aceitou o pedido do MEC, que não queria que os candidatos tivessem uma hora a menos de descanso. Horário de verão começa, portanto, no dia 18 de novembro.

O horário de verão estava, inicialmente, previsto para começar no dia 28 de outubro de 2018. No entanto, devido ao 2º turno das eleições presidenciais e estaduais, o TSE solicitou que a alteração ocorresse no final de semana seguinte. Então, a data passou a coincidir com o primeiro dia de provas do ENEM, o que tiraria uma hora de descanso dos candidatos na noite anterior. Sendo assim, foi a vez do Ministério da Educação (MEC) solicitar a mudança e nesta quinta-feira (04), o presidente Michel Temer a acatou e, então, os relógios só serão adiantados no dia 18 de novembro.

Um grande impasse envolvendo as provas do ENEM, o 2º turno das eleições presidenciais e estaduais e o horário de verão acontecia. Primeiramente, foi o TSE que solicitou a alteração do dia 28 de outubro para o final de semana seguinte. A argumentação do órgão foi de que haveria uma diferença de 3 horas no início da apuração dos urnas, entre os estados que adotam o horário de Brasília e o Acre, por exemplo. O presidente Michel Temer aceitou.

Posteriormente, o MEC solicitou que a mudança nos ponteiros não acontecesse nos finais de semana das provas do ENEM, que são os dos dias 3 e 4 e 10 e 11. E, então, o presidente novamente acatou. Dessa maneira, o horário de verão só começará no dia 18 de novembro e vai até o terceiro domingo de fevereiro de 2019, como já era prevista desde o início.

A decisão deve ser publicada no Diário Oficial da União nos próximos dias. Vale lembrar que os 10 estados que adotam o horário de verão são: Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e o Distrito Federal.

término do horário de verão chegou a ser pauta do governo, já que a iniciativa tinha como intuito diminuir o consumo de energia e, segundo estudos do Ministério de Minas e Energia, não fazia mais tanto efeito.

Calendário do ENEM 2018:

– 22/10: cartão de confirmação (com todas as informações, incluindo local da prova)

– 4/11: prova de linguagens, ciências humanas e redação

– 11/11: prova de ciências da natureza e de matemática